Vinícola Santa Rita | Like Chile Blog a
Registrate >
setembro 11, 2018

Vinícola Santa Rita

Autor:

A sua visita à Santiago já deve estar na lista a visita a uma ou mais vinícolas . Neste post vamos te contar porque uma delas deve ser a Viña Santa Rita.

A vinícola Santa Rita está entre as 3 principais e maiores vinícolas do Chile. Mas a escolha deve ser principalmente porque ela consegue, como poucas, falar sobre a parte cultural-histórica (onde o tour passa por antigas bodegas e pontos importantes da história do vinho que só aqui você vai encontrar) e também fala sobre a fabricação do vinho (em sua área de vinificação, engarrafamento, etc).

Algumas vinícolas falam apenas de um ou outro ponto, o que faz da Santa Rita, um tour ainda mais completo.

Por aqui você pode passar todo o dia. Agora você saberá o motivo.

QUAIS SÃO OS TOURS DA VINÍCOLA

Tour Clássico: você conhecerá os vinhedos, bodegas de vinificação e engarrafamento, bodega cal y canto com a espetacular história dos 120 patriotas (que dá o nome ao principal vinho da vinícola). Claro que terá uma degustação de 3 vinhos (dois tintos e um branco) e o mais importante, você levará sua taça de brinde.

Tour Selección: tem o mesmo formato do tour clássico, mas na hora da degustação são vinhos de superior categoria.

Tour Carmenere: passa pelo ponto único no mundo, de charrete você irá onde a cepa Carmenere foi re-descoberta (sim, no ponto exato onde aconteceu). O tour não passa pela parte de vinificação mas passa pela bodega cal y canto e a degustação, claro, é de três tipos de Carmenere de alta qualidade.

Tour Premium: É  o roteiro do tour Clássico, mas que também inclui a visita ao parque, capela, banhos romanos. A degustação é de 3 vinhos ultra premium + tabua de queijos, frutos secos e bolachas.

Tour Ultra Premium: é o tour para quem quer visitar o que quiser. Por 2h 30  um guia estará com você para que você conheça o que preferir da vinícola.

Pedal Bike: é o tour ideal para grupos de amigos animados, onde uma barra foi transformada em bar-bicicleta. 1h30 de diversão, pedal e claro, vinho.

A vinícola também tem passeios de bicicleta, picnic e winemaker experience (onde você pode fazer o seu próprio vinho)

O QUE CONHECER NA VINÍCOLA

Museo Andino: antes ou depois do seu tour você deve passar por lá. Com peças únicas (mais de 3.00 peças de arte pre-colombino), algumas de 11.000 A.C.,  você verá muito da cultura Rapa Nui (Ilha de Páscoa) e Mapuche (povo originário do Chile).

Algumas dicas: não passe desapercebido pelo telar feito de penas e a guitarra chilena com 25 cordas.

A entrada é grátis

Parque: escondido por trás dos muros, bem depois das parreiras, está um parque lindo que você tem que visitar. Um passeio tranquilo por árvores centenárias, lagos artificiais e claro muita excentricidade, como um banheiro Romano (e que banheiro) externo, uma capela lindíssima e um hotel boutique de 16 quartos.

A tour guiado é de  CH$ 3.000. Pergunte ao chegar os horários, são apenas 3 tours por dia.Recomendo muito fazer esse tour.

Restaurante: considerado e premiado por ser um dos melhores restaurantes em vinícolas a dica aqui é reservar. São poucas as mesas disponíveis. Agora se você não conseguir almoçar, vale aproveitar o jardim interno para tomar uma boa taça de vinho e comer algo mais simples (recomendo as empanadas de coctel)

Cafeteria: para quem quer consumir ou não, o destaque aqui são dois, o trem que está dentro da cafeteria. Os doces com manjar (doce de leite) feito lá mesmo, a mão…uma delícia.

Loja: com produtos que vão além dos vinhos (shampoo, sal, etc) a dica aqui é procurar pelas ofertas nos packs (conjuntos) e descontos.

QUANDO IR

A vinícola e o museu estão abertos de terça a domingo (segunda fechado), mas os dias mais tranquilos são de terça a quinta.

COMO CHEGAR

de metrô + ônibus: desde a estação Las Mercedes (linha 4), sai o metrobus 81 (Alto Jahuel) com destino a Buin com valor de CH$ 1.400 por pessoa. O tempo pode variar muito, só o ônibus pode levar 1h30 para chegar dependendo do trânsito.

DICA: antes de pegar o ônibus, tenha certeza que você está dentro do ALTO JAHUEL, pois tem outro metrobus 81, com outro nome, que não chega até lá. Na dúvida pergunte ao motorista.

de metrô + coletivo: desde a estação de metro Los Heroes (linha 1) vá ao ponto dos coletivos (esquina da Alameda com Almirante Barroso). De lá saem táxis coletivos com no máximo 4 pessoas. O valor é de CH$ 15.000 (para 1 ou até 4 pessoas) e pode levar 1h para chegar dependendo do trânsito

DICA: avise ao taxista que está indo para vinícola Santa Rita (eles têm convênio). Para a volta vá até a casa de turismo (que está dentro da vinícola) que eles chamaram um táxi coletivo para você voltar.

de carro: a vinícola está no Camino Padre Hurtado, 695 em Buin, no site da vinícola você encontra um mapa,

DICA: coloque no aplicativo Waze: Museo Andino (o museu que está dentro da vinícola), você chegará direto. Atenção: se colocar no Waze a vinícola Santa Rita pode parar em qualquer outro lugar.

de tour: poucas são as agências de viagem que fazem o tour para Santa Rita de forma frequente, normalmente são tour privados.

DICA: Importante ver com a agência quanto tempo vai ficar na vinícola, se for apenas para fazer o tour, vale mais a pena ir de outra forma para aproveitar mais a vinícola

Quer mais dicas sobre lá? Veja o compilado nos Stories que fizemos na nossa visita à Vinícola Santa Rita, abaixo

 

ABAIXO NOSSOS VÍDEOS E POSTS RELACIONADOS A ESTE ASSUNTO

 

-Compilado dos Stories que fizemos quando visitamos a vinícola

-Playlist de visitas a outras vinícolas

 

>> Vinícola Undurraga

>> Vinícola Concha y Toro

>> Santa Cruz o paraíso dos vinhos

>> Grupo de whatsapp LikeChile

>>Cupon de descontos grátis, para usar na sua viagem ao Chile.

>> Dicas exclusivas LikeChile

Botão_Hotel no ChileBotão_Hostel no ChileBotão_Apartamento no Chile

Botão_Restaurante no ChileBotão_Balada no ChileBotão_Compras no Chile

Botão_Tours no ChileBotão_Rent a car no ChileBotão_Escola de idiomas no Chile

1



Booking.com

<< Próximo Post                                                                                                   Post Anterior >>

Comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posteriores

setembro 20, 2018
setembro 18, 2018

Comparte tu Historia.

Contactanos