Alfândega no Brasil, limite de compras e impostos a
Registrate >
maio 9, 2017

Alfândega no Brasil. Dicas

Autor:

[Atualizado 2017 ]

Muito amigos estão me perguntando sobre as restrições aplicadas na bagagem para viajar ao Chile. Neste post nossas dicas na alfândega no Brasil, limite de compras e impostos

Regras alfândega Brasil

DICAS PARA A IDA

A primeira dica é na ida. As autoridades chilenas são muito exigentes e proíbem a entrada de produtos orgânicos. Eu recomendo preencher o formulário que você vai receber no avião e sempre declarar se leva algum tipo de produto orgânico, mesmo que esteja na dúvida, assim evitará multas (que devem ser pagas na hora).

No final do post, um vídeo com dicas sobre este assunto

Regras alfândega Brasil

DICAS PARA A VOLTA

Já na volta, com certeza você terá aproveitado os atrativos preços que oferece o Chile, tanto em roupas como em eletrônicos, já que é um mercado de teste mundial para novos aparelhos eletrônicos. Com certeza você vai achar produtos que ainda não estão disponíveis no Brasil.

Recomendo que, levando algum produto eletrônico, leve também a nota fiscal da compra, assim pode evitar problemas chegando no Brasil.

O viajante tem um limite de US$ 500 para compras, acima disso há necessidade de pagamento de impostos. Ficam fora deste limite produtos de uso pessoal como roupas, sapatos, relógios, produtos de beleza e higiene.

Pode haver necessidade de comprovar que, produtos como câmeras fotográficas e celulares são de uso pessoal, ou seja, não foram comprados na viagem, isso pode acontecer principalmente quando estiver levando duas câmeras fotográficas, por exemplo.

Regras alfândega Brasil

Filmadoras, notebooks, videogames, tablets e outros eletrônicos não entram na regra e são contabilizados dentro da cota limite dos US$ 500, então caso extrapole o valor da cota, há necessidade de pagamento de imposto.

Pode trazer 20 unidades de produtos baratos (até U$ 10) sem entrar na cota, mas a metade destes produtos não podem ser idênticos. Caso isso aconteça eles também entram na cota.

Bens que não sejam de uso pessoal, além de serem contabilizados na cota, não podem exceder a quantidade de 3 unidades idênticas.

Para quem gosta de vinho, as bebidas alcoólicas tem limite de 12 litros e cigarros 10 maços com 20 unidades cada.

Regras alfândega Brasil

ATENÇÃO

Muito se questiona sobre a possibilidade de levar estas garrafas na mão, pela experiência de nossos leitores é possível levar na mão entre 4 ou 5 garrafas e as demais são despachada, a regra pode variar dependendo da Cia Aérea (abaixo a informação da Latam).

De qualquer forma, como o assunto é controverso, sugiro o seguinte: embale tudo e coloque na mala que será despachada, chegando no aeroporto, na hora do check-in, pergunte se você pode levar algumas garrafas na mão. Se a resposta for positiva, tire as garrafas e leve com você. Se for negativa já está tudo no esquema na mala.

Dicas de compra de vinho no Chile

Para quem quer mais dicas sobre vinho especificamente, neste post falamos sobre a diferença de comprar em supermercado ou duty free, preços e dicas  de compra

A idéia do imposto não é diminuir o consumo do viajante e sim coibir a revenda quando se chega ao país.

Veja aqui o vídeo super didático, feito pela Receita Federal

Para ter detalhes sobre as regras, ou outros detalhes, clique aqui.

 

ABAIXO NOSSOS VÍDEOS E POSTS RELACIONADOS A ESTE ASSUNTO

 

-Playlist com vídeos nas vinícolas na região de Santiago

-Playlist com videos no Valle de Colchagua:

>> Trocando dinheiro em Santiago

>> Utilizando cartão de crédito no Chile.

>> Cartão pré-pago para viagens

>> Grupo de whatsapp LikeChile

>>Cupon de descontos grátis, para usar na sua viagem ao Chile.

>> Dicas exclusivas LikeChile

Botão_Hotel no ChileBotão_Hostel no ChileBotão_Apartamento no Chile

Botão_Restaurante no ChileBotão_Balada no ChileBotão_Compras no Chile

Botão_Tours no ChileBotão_Rent a car no ChileBotão_Escola de idiomas no Chile

1



Booking.com

<< Próximo Post                                                                                                        Post Anterior >>

Comentarios

67 respostas para “Alfândega no Brasil. Dicas”

  1. Boa noite David,
    Adorei seu blog e estou acompanhando sempre pois estou indo pro Chile semana que vem e estou com algumas duvidas!
    Estou levando meu Iphone 4 pra viagem… Gostaria de saber se você saberia me informar se tem algum problema , pois nao tenho a nota fiscal dele, tenho somente o certificado da anatel e o IMEI do aparelho! Você teria alguma sugestão pra eu poder leva-lo sem problemas com a alfândega? Obrigada pela atenção e parabéns pelo seu blog

    • David Gormaz disse:

      Oi Gabriela tudo bem?
      Bom na verdade o documento oficial é a nota fiscal, mas na verdade como vc tem o celular com contatos, da para ver que o aparelho é seu.
      Não deveria ter problemas.
      Curta bastante a viagem e esperamos seus comentarios em nosso blog.
      Obrigado!!!
      Abs
      David

  2. Roberta disse:

    Olá, resido no Brasil, irei para Santiago em junho e gostaria de levar o meu ipad na viagem, mas comprei-o nos Estados Unidos e só tenho a nota fiscal eletronica. O que seugere que eu faça?
    Abraços,

    • David Gormaz disse:

      Olá Roberta,

      acredito que você não terá problemas com seu Ipad. Se, na volta ao Brasil, eles acharem que você comprou no Chile (o que é muito difícil acontecer, nunca aconteceu comigo nestes anos todos indo e voltado de SP para Santiago), você pode mostrar que ele está em uso, que já tem arquivos nele, desgaste, etc.

      Abs.
      David.

  3. claudia disse:

    Olá.
    agora fiquei na dúvida: são $ 500,00 no total para se gastar trazendo coisas d lá, ou são $ 500,00 de lá mais $ 500,00 do free shop?
    obrigada.
    Cláudia

  4. Ana disse:

    Olá David!

    Estou indo pro Chile mês que vem e um amigo meu pediu para comprar um macbook pra ele. Se eu voltasse com ele na mochila, como se fosse meu, eu teria problemas na alfândega?

  5. Lucas disse:

    Ola David , gostaria de saber se me recomenda alguma loja da APPLE especifica para comprar produtos no chile/santiago ?? ou se no proprio free shop ja tem produtos apple ?

    na verdade tenho interesse na compra de um “time machine”( estilo modem e hd externo da propria apple ) que é bem caro no Brasil !

    Grato

    • David Gormaz disse:

      Oi Lucas, tudo bem?
      Olha, no Shopping Parque Arauco tem uma loja da Apple, acho que aí vc consegue. Eu nunca comprei estes produtos no Duty Free entao nao tenho como te falar.
      Abs
      David

  6. Matheus disse:

    Olá David,

    estou querendo trazer uma bicicleta do chile, a qual tem valor bem superior aos $500 permitidos para entrada no Brasil. Você tem alguma sugestão de como devo proceder?
    abc.
    obrigado

  7. Angelo Pavan disse:

    Olá David. Parabéns pelo blog!

    Uma dúvida por gentileza: estou indo para Santiago esta semana e estou pensando em levar meu notebook para consultas turisticas, no WiFi do hotel, por exemplo.
    Porém uma amiga nossa, que foi recentemente, desaconselhou por conta das longas filas para declaração.

    Você diria que vale a pena levar?

    Abraço e agradeço desde já pela atenção.

    • David Gormaz disse:

      Olá Angelo,

      nestes casos não há necessidade de declaração, como um celular, o seu notebook é de uso, (não foi comprado no Chile, por exemplo).

      Leve-o na bagagem de mão e veja se seu hotel disponibiliza wifi e se há lugar para guarda-lo com segurança.

      Costumo viajar com meu notebook e prefiro que usar o computador do hotel.

      Abs.,
      David.

  8. Nicolas Freire disse:

    oi, eu estou quase para comprar o PS4 aqui, mas estou de carro, viemos de carro… Concodo com a parte de exigencia deles, sao
    muito chatos. mas para voltar irei passar pela argentina ainda. o problema e na fronteira da argentina com o Brasil, que tenho medo de ser parado…

  9. alexander disse:

    David,
    Estou para comprar um PS4 no Chile, gostaria de saber se o disco dele é compatível com os discos vendidos no Brasil? Me alertaram que talvez tenha incompatibilidade entre os discos vendidos no Chile e no Brasil.
    Obrigado, abraço.

  10. Angelo Pavan disse:

    David,

    Acabei de voltar de Santiago.
    Sou de São Paulo-capital, e não achei nada vantajoso comprar por lá! Os preços são exatamente os da capital paulistana, seja das refeições em lanchonetes, seja dos tais eletrônicos que seria barato! 🙁

    abç

  11. Douglas Souza disse:

    OI David!

    Vou com minha namorada para o Chile e eu iria comprar um videogame e ela um smartphone, mas minha dúvida é sobre esse limite de $500. Ele é um limite por pessoa ou é a soma da minha e da bagagem dela?

    Muito obrigado!

    • David Gormaz disse:

      Olá Douglas,

      o limite é por pessoa.

      Curta nossa página no Facebook e Instagram, por lá damos dicas quentíssimas do que está acontecendo no Chile.

      Veja também nosso cartão de desconto, com ele você consegue programar a sua viagem e economizar uma graninha (http://www.likechile.com/descontos/)

      Abs.,
      David.

  12. Sylvia disse:

    Olá David, uma amiga minha está indo para o Chile e gostaria de encomendar um macbook. Se ela trouxesse na bagagem de mão não teria custo? A embalagem do produto teria que ser descartada no chile? Obrigada.

    • David Gormaz disse:

      Olá Sylvia,

      veja as regras da Alfandega em:http://www.receita.fazenda.gov.br/aduana/viajantes

      Lá você encontra os valores limites para que trazer produtos sem impostos.

      Aproveite para conhecer o LikeChile Descontos, uma maneira prática e rápida para deixar sua viagem ao Chile programada ainda do Brasil, além de ter descontos exclusivos (www.likechile.com/descontos).

      Siga-nos nas redes sociais (Facebook e Instagram), damos dicas por lá também.

      Abs.,
      David.

  13. Gabriel disse:

    David, poderia dar uns exemplos desse item de produto organico?
    Uma duvida minha é que faço o uso de remedio regularmente (omeprazol). Acha que tem problema entrar com um frasco desse? Devo declarar nesse caso como produto organico pra não ter problema?
    No Chile é fácil comprar remedios como no Brasil, sem receita?
    Abraço!

    • David Gormaz disse:

      Olá Gabriel,

      produtos orgânicos: batata, cenoura, etc. Na dúvida se o que leva com você é orgânico declare.

      Normalmente não há problemas de passar com remédios (não é produto orgânico), mas vale informar aos fiscais no aeroporto.

      Sobre remédio, veja o post que fizemos sobre o assunto:http://likechile.com/blog/dicas/compra-de-medicamentos-no-chile-otima-dica/

      Aproveite para conhecer o LikeChile Descontos, uma maneira prática e economica de organizar sua viagem ao Chile. Com ele você organiza a sua viagem ainda do Brasil. Veja lá no http://www.likechile.com/descontos.

      Siga-nos nas redes sociais (Instagram e Facebook) e tenha informações quentissimas do que está acontecendo no Chile.

      Abs.,
      David.

  14. Meirilane disse:

    Boa tarde,

    Adorei o site e já anotei várias dicas! O que você aconselharia sofre dinheiro? É minha primeira viagem internacional e não sei como levar o dinheiro, se troco aqui no Brasil, no Chile ou se levo so cartao de credito. O que achas??

  15. Adonis Tavares disse:

    Boa noite David! Tenho acompanhado os posts e tenho adorado! Viajarei à Santiago de 5 à 10 de setembro de 2014 e gostaria de saber se o que você comprar nas lojas duty free está incluso no limite de $500, ou se são mais $500 por fora.

    Obrigado!

  16. Humberto disse:

    Ola vou viajar para o Chile e pretendo comprar um Mac Book.

    Qual é a melhor forma de trazê-lo sem precisar pagar os impostos ou ser taxado?

    Grato!

    • David Gormaz disse:

      Olá Humberto,

      leia o post e o link indicado. Neles você encontrará as informações dos produtos que são cobrados.

      Siga-nos nas redes sociais (Facebook e Instagram), lá damos dicas e informações do que está acontecendo no Chile.

      Abs.,
      David.

  17. Gabriel disse:

    Oi amigo, poderia se possível me esclarecer uma dúvida, comprei um Ps4 no Chile com pesos, e recebi a nota (boleta). Como é feito a conversão para dólares na alfandega brasileira para saber se ultrapassou a cota? Paguei 300.000 pesos chilenos. Obrigado.

    • David Gormaz disse:

      Olá Gabriel,

      Divida o valor em pesos (300.000), pelo valor da cotação do dolár (em relação ao peso). Se não me engano, agora um dólar vale 600 pesos. Ou seja 300.000/600

      Abs.,
      David.

  18. Carmem disse:

    Posso levar para o Chile na bagagem despachada 2 potes de doce de leite ?

  19. Marcelo disse:

    Olá,

    Tenho visto de permanência Chileno e estou indo passar férias no Brasil, pagarei imposto se eu levar minha bicicleta comprada no Chile?

    • David Gormaz disse:

      Olá Marcelo,

      acredito que não, mas leia as informações que estão no link disponibilizado neste post. Lá estão todos os produtos e regras para pagamento de imposto na alfândega.

      Abs.,
      David.

  20. keven disse:

    Bom dia, estou com algumas dúvidas:
    1 – se minha compra de celulares e tablets ultrapassar o valor de 500,00 doláres irei pagar além do imposto único na compra na loja outro imposto na alfândega?
    2 – Caso sim, qual seria essa taxa (%)?
    3 – Pode-se comprar normalmente com doláres americanos ou é bom equilibrar e ter tambem pesos chilenos?
    4 – posso comprar um chip 3G ou 4G e ter uma boa conexão em boa parte do país, pois estou querendo usar o gps do iphone?

    • David Gormaz disse:

      Olá Keven,

      veja detalhes de imposto e como funciona no link que você encontra no post.

      No Chile suas compras devem ser feitas em pesos chilenos, não há compra com dólares. Veja nossas dicas de cambio aqui:http://likechile.com/blog/santiago/trocando-dinheiro-em-santiago/

      Sim, num geral a internet é de boa qualidade, vale se informar nas operadoras se garante conexão para onde você vai. Também é importante seu celular estar liberado e desbloqueado para uso no exterior, se informe na empresa da marca do celular.

      Se sua idéia é viajar por várias cidades do Chile, aproveite os descontos, inclusive em rent a car, lá o LikeChile Descontos (www.likechile.com/descontos).

      Abs.,
      David

  21. Paulp disse:

    Gostaria de saber o limite de bebidas alcoólicas em viagens de ônibus.

    • David Gormaz disse:

      Olá Paulo,

      no link que você encontra no post te leva no site da Polícia Federal. Por lá você deve encontrar esta informação.

      Abs.,
      David.

  22. André disse:

    Um amigo brasileiro está morando / trabalhando em San Pedro de Atacama e disse que está com saudades daquelas farofas prontas temperadas. Sabe se posso entrar no chile comum daqueles pacotes de farofa Yoki ?

  23. William Knust disse:

    Vocês têm algum post sobre estudar no Chile? Se há alguma República?Quanto é necessário, quais são os possíveis gastos?Obrigado!

  24. Thomas disse:

    Olá David!

    Conhece o serviço do Shipito? Saberia me informar se há algum semelhante, contudo para envios do Chile para o Brasil?
    Sou viciado em jogos de tabuleiro, no Chile são mais baratos. Se houvesse uma caixa postal no chile para receber minhas encomendas e me mandá-las como pessoa física, seria o ideal.

    Desde já agradeço.

  25. Sabrina Pereirs disse:

    Oi. Consigo levar a Centolla congelada ao Brasil?

    Abraco

    Sabrina

    • David Gormaz disse:

      Olá Sabrina,

      se for industrializada, no estilo embalada, etc. Acredito que sim. De qq forma no post você encontra um link com informações detalhadas da Receita Federal, acredito que seja melhor você perguntar inclusive para eles, para não perder $$$ já que a centolla não é das mais baratas.

      Abs.,
      David.

  26. Cristina disse:

    Adorei o site e acompanho sempre. Vou viajar em Janeiro e vc tem me ajuda demais com as dicas.
    Bom gostaria de saber se posso trazer chocolates e outras gostosuras, alfajot, biscoitinhos…, do mercado? Elas entram na cota dos $500?
    Obrigada

    • David Gormaz disse:

      Olá Cristina,

      tudo entra na cota. Ficam fora deste limite produtos de uso pessoal como roupas, sapatos, relógios, etc. Pode levar ao Brasil produtos industrializados (com embalagem, etiqueta, etc)

      Aproveite para fazer parte do nosso grupo de whatsapp, muita gente passando dicas por lá também. Só você nos mandar uma mensagem de whatsapp para nosso número +56 9 4696 6931 que te incluímos

      Abs.,
      David.

  27. Fernanda Campos disse:

    Oi David,

    Vou viajar ao Chile esta semana e gostaria de levar algumas frutas para consumo pessoal. Se eu declarar que estou com isso na bagagem posso ser multada ou podem impedir a entrada do alimento?

    Obrigada

  28. Trouxemos 8 garrafas na mala despachada e duas tacinhas de vidro. Não quebrou nada! 👌

  29. Luane Ribeiro disse:

    Pela latam soube q cada pessoa pode.embarcar com 4 garrafas na bagagem de mão

  30. Eduardo disse:

    Boa noite David,
    Gostaria de comprar um macbook (aprox 600$) e um fone de ouvido profissional (aprox 200$). Há alguma maneira de não ser taxado?
    Por exemplo, pretendo ficar uma semana no Chile e comprar os produtos no primeiro dia. Será que com o uso do macbook é suficiente? Já escutei dicas sobre trazer na bagagem de mão, etc
    Aguardo resposta.

    • David Gormaz disse:

      Olá Eduardo,

      neste post você encontra as regras da Alfândega e também um vídeo deles falando sobre o assunto. Se você está fora das regras de isenção, tem que pagar imposto.

      Abs.,
      David.

  31. Evelin Maia disse:

    Boa tarde David.

    Amo seu blog, pois me tirou várias dúvidas quanto a destino que escolhemos para este ano, o Chile.

    Mas tenho mais uma dúvida, quanto ao dinheiro que iremos usar em santiago, tanto para passeios, comidas, hotel, transporte…como não queremos usar nosso cartão queria saber se tem algum limite em dinheiro (no nosso caso real) para passar pelo aeroporto do Chile. ou teria outra dica?

    Grata!

    • David Gormaz disse:

      Olá Evelin, fico feliz que o blog está te ajudando.

      Sim, existe um limite de dinheiro de acordo com as regras da Alfandega, acima deste valor é necessário declarar. Neste post você também encontra um vídeo da receita federal falando sobre o assunto. Sugiro assistir.

      Abs.,
      David.

  32. Adele Depentor disse:

    Oi David! Descobri seu blog hoje e achei bem interessante! Embarco mês que vem para intercambio de 6 mesesm em Valparaíso!

    Estou com um a duvida a respeito dos “produtos orgânicos” que voce comentou.. Isso seria mais em questão de sementes, etc.. ou qualquer tipo de comida é proibido? Eu gostaria de levar alguns produtos tipicos do brasil pros outros intercambistas experimentarem. Será que é possível?

    • David Gormaz disse:

      Olá Adele,

      é bem restrito e não teria como te passar uma lista de produtos. Muita coisa passa, por exemplo: café, farofa, etc. Mas já tentei passar com pipoca da Yoki e não deixaram. A questão aqui, mais do que te falar o que pode ou não (porque seria uma irresponsabilidade de minha parte) é que você declare sempre. O máximo que vai acontecer é que não te deixem passar. Se você não declarar (independendo do produto), você será multada.

      Abs.,

  33. Pablo disse:

    Olá eu viajo com frequência para o Rio, você sabe se eu posso trazer um LED novo pra Brasil inferior a US500? Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posteriores

agosto 7, 2017

Comparte tu Historia.

Contactanos